Magistech

Como o ERP auxilia em um sistema de agronegócio

O Brasil é uma terra de muitos adágios, e um dos mais antigos e verdadeiros, tem sua origem nos tempos do descobrimento, enaltece o berço esplêndido formado pela riqueza de seu solo: “em se plantando tudo dá”.

Nas últimas décadas toda esta riqueza natural tem florescido em um potencial extraordinário que, no desdobramento de cada um de seus segmentos, tem influenciado a economia brasileira, levando o país a experimentar um crescimento sem precedentes.

Pode ser que houve um tempo em que viver da terra fosse objeto de preconceito e sinônimo de rudeza. Atualmente as inúmeras atividades que se convencionou em chamar de agronegócios são preciosas e merecem todos os investimentos que têm recebido.

E neste tempo de nova realidade para a agricultura e para a agropecuária, bem como para toda a cadeia produtiva que derivam de suas produções, há uma preocupação justa de procurar acertar na condução dos negócios.

Não obstante às suas particularidades, o agronegócio, da mesma forma que qualquer outra atividade econômica, precisa desenvolver experts, metodologias e cumprir com seus objetivos sociais. Sendo assim, igualmente torna-se cabível o emprego de todos os recursos gerenciais disponíveis para garantir a eficiência nos meios de produção.

Um sistema para agronegócio é composto de variadas atividades meio e um número idêntico de variáveis em seus processos, o que torna árdua e complexa a tarefa gerencial. E como em todo gerenciamento de alta complexidade, o risco de se perder o controle e comprometer a produtividade é quase tangível.

Visando aumentar a eficiência administrativa do agronegócio, a adoção de um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) pode determinar a diferença entre lucro ou prejuízo no final do exercício. Há muitas áreas de gestão que podem ser auxiliadas pelo emprego de um sistema de ERP, dentre as quais se destacam:

- Aumenta a economia em escala, através do uso mais racional de insumos e da alocação adequada de mão obra.

- Integra as atividades da cadeia produtiva em uma única plataforma gerencial.

- Facilita no controle de contratos e de remunerações de tarefeiros e cooperados.

- Controle efetivo do imobilizado, reduzindo o risco de perdas.

- Maior mobilidade por meio do acesso aos dados gerenciais através de um celular ou tablet.

 

Por meio de um gerenciamento mais preciso, o sistema para agronegócio se tornará mais produtivo e lucrativo. Para uma abordagem diferente em relação às das vantagens do uso de um sistema de ERP na gestão de um agronegócio, vale a leitura do artigo 5 vantagens do sistema ERP para agronegócio.

Para quem busca um sistema de ERP adequado às peculiaridades do agronegócio, a Magistech tem uma solução completa para maior eficiência em um negócio que exige uma gestão de alta performance.

A Magistech, empresa com mais de 20 anos de experiência no desenvolvimento de sistemas de ERP, formada por uma equipe multidisciplinar oriunda da Universidade Federal de Viçosa (MG), possui um histórico de inúmeros cases de sucesso e uma forte vocação para atender o agronegócio.

Agora que você já leu e conheceu um pouco mais sobre ERP, que tal conhecer a nossa solução de sistema para laticínios?


Data de Publicação: 08/02/2018
Autor: Magistech
Leia outras notícias

Atuamos há mais de 15 anos no segmento lácteo, com destaque para nossos serviços de ERP para Laticínios e sistema de coleta de leite.

Magistech - Solicite um Orçamento