Cadeias produtivas do agronegócio

jul 7, 2020

5 dicas sobre gestão financeira de fazendas

O Brasil está entre os países que mais produzem alimento no mundo. As cadeias produtivas do agronegócio nacional são uma das principais fontes de renda do país. Neste post, falaremos mais sobre o funcionamento da cadeia do agronegócio.

O que são cadeias produtivas do agronegócio?

A cadeia produtiva do agronegócio pode ser definida como todos os processos que ocorrem desde os insumos básicos até a transformação no produto final. Ou seja, envolve todas as etapas que o insumo sofre até se tornar um produto.

Com o constante avanço da tecnologia, esse conceito está sempre evoluindo. Cada vez mais, as cadeias têm se transformado em uma grande rede de negócios e cooperações. O objetivo dessa rede é fazer com que os parceiros trabalhem em conjunto.


Estrutura da cadeia produtiva

A cadeia do agronegócio é constituída por algumas etapas:

  • Insumos

A primeira etapa da cadeia consiste em empresas fornecedoras de insumos para fazendas. São itens como sementes, adubo, calcário, ração para os animais, máquinas, tecnologia, entre outros. É essencial que os insumos tenham qualidade e cheguem até o produtor rural em perfeito estado.

  • Produção

A produção recebe os insumos para gerar commodities por meio de sua plantação. Isso é feito no caso de produtos como madeira, cereais, oleaginosas, carne, leite, entre outros.

  • Processamento

Se trata da transformação final dos produtos para serem consumidos. Nessa etapa é fundamental selecionar os melhores itens para que o produto final tenha qualidade.

  • Distribuição

Assim que os produtos estão prontos, vão para atacadistas/distribuidores e então para os varejistas, onde serão vendidos. Por se tratar de itens perecíveis, é crucial que o tempo de viagem da mercadoria até as lojas e supermercados seja o menor possível.

  • Consumidor final

A última etapa das cadeias produtivas do agronegócio é quando o produto chega até o consumidor final. Essa última fase pode acontecer em pontos de venda no país ou externo.

A importância das cadeias do agronegócio

A sucessão de operações é feita de forma organizada e integrada, onde cada etapa depende da anterior para que a cadeia de produção do agronegócio ocorra perfeitamente.

Por esse motivo, é essencial entender como a cadeia produtiva do agronegócio funciona. Assim, é possível visualizar a cadeia de forma integrada, percebendo a importância de cada segmento.

Além disso, também é preciso identificar possíveis fraquezas de cada elo da cadeia como um todo. Outro ponto a ser observado são gargalos e elementos faltantes, garantindo melhorias contínuas.

Como um sistema de gestão pode ajudar?

A tecnologia pode auxiliar em muitos aspectos do setor, inclusive nas cadeias produtivas do agronegócio. Um sistema de gestão, por exemplo, conecta toda a cadeia agrícola com soluções que automatizam a operação.

Implementar um software como esse em seu negócio significa ter mais agilidade e menos processos manuais nas rotinas de compra e venda, e nos fechamentos financeiros e fiscais.

A solução oferece informações estratégicas para o desenvolvimento do seu negócio. Com ela é possível ter o controle de contratos de compra e venda de commodities tanto no mercado interno quanto no externo.

Cadastre na nossa newsletter e receba nossas novidades!

Integração
Captcha obrigatório

Últimas Notícias

Os assuntos mais relevantes do momento sobre gestão, inovação, tecnologia e agronegócio.