Integração da cadeia pode alavancar lácteos

maio 28, 2020

5 dicas sobre gestão financeira de fazendas

A integração da cadeia produtiva e o ajuste de preços podem alavancar o setor de lácteos no País, informou a Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). De acordo com a entidade, a pecuária de leite no Brasil enfrenta um grande desafio que é o aumento do valor dos insumos utilizados para a alimentação de animais e a falta de ajustes no preço do leite pago ao produtor.

Segundo o engenheiro agrônomo e diretor da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Alberto Figueiredo, “a situação atual exige que os órgãos governamentais e a iniciativa privada, representada principalmente pelas cooperativas e pelas indústrias, se interessem em manter ‘a galinha dos ovos de ouro’ que são os produtores”.

Nesse cenário, ele reforça urgência na necessidade de maior integração entre os segmentos da cadeia produtiva do leite. “É importante que a cadeia produtiva, composta por fornecedores de insumos antes da porteira, produtores, transportadores, indústrias e comerciantes, entenda que, agindo em comum acordo, de forma negociada, será muito mais fácil evoluir no processo de produção, do que prosseguir no embate de produtores contra indústrias e de indústrias contra o comércio”, destacou.

Para ele, a tecnologia é uma das grandes aliadas nesse processo de evolução do setor. “É preciso ter assistência técnica de qualidade e alternativas de produtividade, isto é, produzir leite em menos área e produzir mais leite por vaca na propriedade”. O diretor da SNA reconhece que “a pecuária nacional experimenta alguns exemplos significativos de tecnologia avançada que não deve nada a nenhum país do mundo, nem em termos de produtividade, custo de produção e qualidade do produto vendido”.

Fonte: Agrolink

Cadastre na nossa newsletter e receba nossas novidades!

Integração
Captcha obrigatório

Últimas Notícias

Os assuntos mais relevantes do momento sobre gestão, inovação, tecnologia e agronegócio.