Movimentação de carga: como torná-la mais eficiente?

maio 17, 2021

5 dicas sobre gestão financeira de fazendas

movimentação de carga envolve o transporte de materiais e produtos das empresas, tanto dentro dos estoques e armazéns, como para o consumidor final. No Brasil, a maior parte desse transporte é realizado pela malha rodoviária do país.

De acordo com especialistas do setor, 75% das mercadorias brasileiras são escoadas via transporte rodoviário – um número bastante superior aos demais países. Para que essa movimentação de carga seja realizada de maneira adequada e segura, é indispensável alguns cuidados relativos à gestão.

Continue lendo este artigo e entenda melhor sobre o tema!

O que é movimentação de carga?

A movimentação de cargas envolve diferentes técnicas para transportar ou içar determinados ativos – o que geralmente é feito com o auxílio de máquinas e equipamentos.

Essa movimentação pode ser realizada para otimizar o armazenamento, funcionando como um passo da logística interna ou para a logística externa, por exemplo, no processo de saída da mercadoria do produtor até o destinatário – podendo ocorrer de diversas formas e usando vários equipamentos.

No que se refere a entrega de produtos ao consumidor final, essa gestão de transporte deve envolver pontos fundamentais como:

  • controle da frota;
  • planejamento de rotas;
  • rastreio dos veículos;
  • gestão de documentos relacionados ao transporte;
  • controle de custos;
  • gestão de riscos (atrasos, avarias e perdas durante o transporte).

 

 

Como tornar a movimentação de carga mais eficiente?

A gestão adequada da logística traz uma série de benefícios às empresas, como redução de custos, mais agilidade na entrega dos produtos, mais produtividade e melhor experiência do cliente com o seu negócio.

Em relação à parte financeira, a logística é um dos pontos mais importantes. De acordo com um levantamento da revista Veja, os gastos com logística representam em torno de 12% do faturamento das empresas.

Abaixo separamos algumas dicas para otimizar a sua movimentação de carga e torná-la mais eficiente e econômica. Confira.

Planeje e tenha metas claras

O setor logístico, como todos os outros, necessita de um bom planejamento e de metas claras para conseguir trazer resultados ainda melhores. Ao entender onde você deseja chegar, ficará mais fácil saber quais melhorias precisam ser implementadas para atingir esses objetivos.

Algumas metas podem ser, por exemplo: reduzir o tempo de transporte em 10%, aumentar a produtividade no recebimento de mercadorias em 15%, redução em torno de 5% dos gastos com combustível, reduzir os gastos com transporte em 20%, reduzir gastos com manutenção dos veículos em 15% e assim por diante.

Padronize seus processos

A padronização faz parte da gestão de várias áreas – e não é diferente no caso da logística. Essa dica funciona tanto para a logística interna como externa.

Entenda quais são seus processos tanto de movimentação de carga dentro dos seus estoques e armazéns até a entrega ao consumidor final. Depois de mapear cada uma dessas atividades, padronize as ações e saiba quais são aquelas que podem ser automatizadas.

Controle os gastos

É impossível reduzir os gastos se você não os conhece. Então, antes de mais nada, faça um levantamento de todos os custos envolvidos na movimentação de carga na sua empresa. Anote gastos referentes à movimentação das cargas nos seus estoques e armazéns, pagamento dos motoristas, gastos com combustíveis e seguros, manutenção nos veículos, equipamentos de segurança, etc.

A partir dessa análise, será mais fácil compreender o quanto o transporte de cargas impacta no seu financeiro e também entender quais áreas estão consumindo mais capital ou gerando desperdícios. Assim, ao encontrar esses gargalos, você poderá planejar as melhores estratégias para intervir.

Defina uma boa estratégia de entregas

O sucesso dos resultados das operações logísticas não depende apenas da entrega para o consumidor final dentro do prazo previsto, mas também de um conjunto de ações que levam a uma melhor relação de custo-benefício.

Para que o prazo determinado ao cliente consiga ser atingido é necessário um planejamento de todas as etapas, desde o acondicionamento correto dentro do seu estoque até o escoamento, com a escolha do modal mais adequado.

Assim, é importante que o gestor invista em uma série de ações como a modernização da frota e de todos os componentes da estrutura, a capacitação dos colaboradores, a organização dos estoques, entre outros pontos.

Se você deseja ter entregas mais eficientes e menos custosas, é indispensável definir bem os métodos de armazenamento, a separação dos pedidos, o preparo para o envio e as melhores rotas de transporte. Quanto mais você conhecer e planejar os procedimentos envolvidos, melhores serão os resultados.

Faça uma boa gestão de riscos e perdas

O gerenciamento de riscos no transporte se relaciona a um conjunto de medidas que envolvem planejamento e buscam prever as adversidades que possam surgir durante o trajeto, como problemas mecânicos, acidentes, roubos de cargas, etc.

Não se esqueça que sobre o setor de transporte incidem várias normas e burocracias e é preciso conhecer esses pormenores para evitar multas e outras sanções.

Assim, uma boa gestão de riscos precisa ser feita de ponta a ponta na cadeia logística: começando pelo armazenamento e passando pela distribuição e por todos os processos até a fase de entrega.

Esse gerenciamento é muito importante, pois ele: evita falhas com a documentação das mercadorias, auxilia na escolha do veículo adequado, considerando as características dos produtos, melhora a qualidade das técnicas e previne gastos com a troca de peças estragadas, por exemplo.

O planejamento, é claro, também deverá considerar a escolha das melhores rotas, sempre avaliando, por exemplo, o número de casos de roubos de carga e de acidentes em determinados locais ou rodovias, bem como apoio da polícia rodoviária e outras questões.

Treine a sua equipe

Todos os funcionários envolvidos no processo de movimentação de carga precisam de treinamento adequado. Assim, eles conhecerão as melhores técnicas, ferramentas, procedimentos de segurança e outras informações relevantes para otimizar a operação, sem colocar a segurança em risco.

Caso insira a tecnologia no dia a dia da gestão logística, não se esqueça de treinar corretamente os colaboradores para usarem essas alternativas de forma correta, permitindo que os melhores resultados sejam alcançados.

Como um sistema de gestão auxilia na movimentação de carga?

A tecnologia é uma ótima maneira de melhorar os resultados do seu setor logístico. Um bom sistema de gestão ajudará a ter uma visão mais ampla de todo o processo, enxergando melhor os gargalos, melhorando a organização e automatizando vários processos, tornando o seu setor menos suscetível à falhas.

Com um bom sistema de gestão será possível:

  • monitorar a localização dos veículos em tempo real;
  • acompanhar de forma automática os prazos;
  • controlar a previsão de gastos com o setor;
  • monitorar os custos por viagem;
  • gerir a disponibilidade da frota;
  • planejar as rotas de forma automática;
  • controlar de forma automática os pedidos e a separação dos itens nos estoques e armazéns;
  • emitir e gerir os documentos fiscais;
  • formar as cargas de maneira inteligente, sem redundância no carregamento e entrega;
  • controlar os veículos registrando os abastecimentos, consumos, manutenções preventivas, trocas de peças e serviços realizados;
  • disponibilizar produtos para distribuição antes do final da ordem da produção;
  • conferir e gerir a CT-e para comparação entre o que foi contratado junto às transportadoras e o que foi efetivamente faturado;
  • ter acesso on-line a todas as operações e produtos por meio da rastreabilidade da solução;
  • realizar as atividades do armazém integradas com cada uma das etapas (armazenagem, separação, conferência/check-out, ressuprimento, movimentações, etiquetagem, liberação para faturamento etc.).

Tudo isso, é claro, melhora os seus resultados, afinal é mais fácil entender e planejar adequadamente cada uma das etapas, otimizando a sua gestão, reduzindo os desperdícios e tornando seus processos mais padronizados.

 

Gostou de saber mais sobre movimentação de carga? Descubra como o ERP Magis TI pode ajudar a gerir melhor esse setor do seu negócio!

Cadastre na nossa newsletter e receba nossas novidades!

Integração
Captcha obrigatório

Últimas Notícias

Os assuntos mais relevantes do momento sobre gestão, inovação, tecnologia e agronegócio.