Saiba como escolher o melhor regime tributário para a sua empresa

maio 21, 2021

5 dicas sobre gestão financeira de fazendas

Uma das decisões mais importantes e decisivas a serem tomadas por um gestor é a escolha do regime tributário para uma empresa.

É fundamental que se tenha muito cuidado, já que um erro pode comprometer a saúde financeira da empresa. Se definido um regime tributário incompatível com o negócio, é possível ocorrer problemas como:

  • Gastos desnecessários com impostos;
  • Problemas fiscais com a Receita Federal.

O regime de tributação não pode ser escolhido como um padrão, portanto, é necessário que se tenha um planejamento tributário financeiro eficiente. Cada regime de tributação possui suas peculiaridades, sendo especiais e individuais para cada empresa, levando em consideração características como:

  • Porte;
  • Capital;
  • Fluxo de caixa;
  • Bens e patrimônios.

É essencial que se estude cada um dos regimes tributários, suas exigências e vantagens, portanto, conheça cada um deles.

Lucro Real

Geralmente é adotado por empresas de grande porte. É obrigatório quando:

  • A empresa tem faturamento anterior superior a R$ 78 milhões;
  • A empresa atua em atividades específicas como por exemplo: instituições financeiras e atividades de factoring.

Os impostos são calculados com referência no lucro apurado na DRE (Demonstração do Resultado do Exercício), sendo assim: receitas – despesas.

Se no lucro real não houver a apuração de lucros, existe também a possibilidade de não haver pagamento durante o período em que for comprovado. Sendo assim, o processo exige acompanhamento contábil adequado e muita organização com as contas.

Lucro Presumido

A apuração é realizada sobre a presunção de lucro estabelecida pela legislação vigente. Atualmente as alíquotas são:

  • 8% para comércio;
  • 32% para serviços.

No lucro presumido, a empresa poderá obter um valor máximo de R$ 78 milhões de receita bruta ao ano.

 

 

Simples Nacional

Para que a empresa possa selecionar o Simples Nacional, é necessário que ela se enquadre em algumas exigências do regime, como possuir receita bruta de até R$ 4,8 milhões.

O Simples Nacional tem vantagens que merecem ser levadas em consideração:

  • Alíquotas de impostos menores;
  • Desburocratização da agenda tributária;
  • Benefícios fiscais, estaduais e municipais.

A escolha do regime

Para escolher o regime no qual a empresa ficará enquadrada é necessário considerar e analisar dados e documentos da empresa. Conheça alguns fatores que influenciam para uma decisão positiva:

  • O planejamento financeiro e estratégico;
  • A margem de lucratividade;
  • O volume de importação;
  • O volume de créditos;
  • O volume de operações não tributadas/incentivadas (exportação, ZFM);
  • Os produtos no regime monofásico;
  • Os prejuízos fiscais;
  • Os impostos;
  • A representatividade da folha de pagamento;
  • Documentos: balanço, balancetes, DRE, LALUR e planilhas de apuração.

O regime tributário, seja o lucro real, lucro presumido ou o simples nacional será confirmado e definido assim que o primeiro pagamento for efetuado, não podendo ser anulado durante o ano-calendário.

Muitos gestores acabam definindo um regime incompatível com o negócio, levando ao comprometimento da saúde financeira da empresa. Portanto, é fortemente recomendado que o processo seja feito com cautela e com o auxílio de uma contabilidade experiente.

Assessoria Contábil e Fiscal da Magistech

Todos nós sabemos que a legislação tributária brasileira é uma das mais complexas do mundo, não só pela pesada carga de tributos, mas também pelo emaranhado de normas que regulam o recolhimento. Agora imagine você perder parte dos lucros do seu laticínio por pagar impostos indevidos?

Pois saiba que, segundo dados do IBGE, 95% das empresas pagam imposto indevidamente. Por isso, hoje em dia é fundamental para as indústrias de sucesso terem planejamento tributário para aumentar os seus lucros e alçar melhores resultados.

Pensando nisso, a Magistech Sistema, com anos de experiência em Assessoria Contábil e Fiscal, oferece treinamentos focados no setor de laticínios. Atuando em conjunto com a sua contabilidade e profissionais da área, nossa assessoria trabalha oferecendo complementos de informações, relatórios precisos e em tempo real da sua contabilidade realizada dentro do ERP Magis TI.

Para isso, oferecemos soluções práticas que auxiliará seu contador nas diversas áreas contábeis, como:

  • Orientação nos lançamentos contábeis, financeiro, fiscais e de estoque;
  • Análise da DRE e balancete;
  • Análise horizontal e vertical;
  • Origem e aplicação de recursos;
  • Acompanhamento das conferências contábeis para apuração de IRPJ e CSLL;
  • Análises Financeiras;
  • Restituição e compensação dos impostos;
  • Estudo para o enquadramento fiscal e contábil dos benefícios fiscais para efeito da apuração do IRPJ e da CSLLl;
  • Crédito presumido nas aquisições de leite;
  • Consistência do fiscal com o contábil;
  • Consistência do financeiro com o contábil;
  • Orientações para a contabilização das subvenções governamentais;
  • Orientações para a escrituração das subvenções governamentais na Escrituração Contábil Digital (ECD), e Escrituração Contábil Fiscal (ECF).

Tudo isso pensado exclusivamente para indústrias de laticínios.

Contamos com um time de profissionais capacitados para atender as necessidades de nossos clientes de maneira ágil, oferecendo serviços confiáveis e auxiliando sua contabilidade na tomada de decisões. Gostou do post e quer saber mais sobre o assunto? Então, fale conosco: temos a solução certa para você.

 

Cadastre na nossa newsletter e receba nossas novidades!

Integração
Captcha obrigatório

Últimas Notícias

Os assuntos mais relevantes do momento sobre gestão, inovação, tecnologia e agronegócio.